03/08/2017 às 21h55min - Atualizada em 03/08/2017 às 21h55min

DEPUTADO PRESIDIÁRIO VOTA PELO ARQUIVAMENTO DA DENÚNCIA

Votou a favor da corrupção

- By Redação
Estadão
internet
O voto mais autêntico na Câmara dos Deputados foi o do parlamentar Celso Jacob (PMDB-RJ), que foi preso no dia 06 de junho no aeroporto do Rio de Janeiro, assim que desembarcou  da aeronave no voo 6232, da Avianca, Jacob, encontra-se cumprindo pena, determinada pela Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) no patamar de 7 anos e 2 meses de prisão.
Pra vergonha geral da Nação, um presidiário sai da cadeia, vota contra o prosseguimento da denúncia em desfavor do Presidente da República, e depois volta para ser recolhido a penitenciária(PAPUDA), casos assim, envergonham e desacreditam o País perante o mundo.
A Constituição da República deve ser respeitada e preservada, entretanto, os princípios norteadores do direito, como o da moralidade e proporcionalidade, deveriam nortear situações atípicas como essa.
Essa nova modalidade de representação popular, onde um preso, pode sair da cadeia para acobertar outro suspeito de ter cometido um crime, foge à regra, e deve ser combatida, para o nosso País não servir de chacota perante o mundo.
O deputado presidiário continua exercendo o seu mandato pela manhã, sendo recolhido ao presídio durante à noite, já que encontra-se no regime semiaberto.
Celso Jacob, procurou se preservar, anunciando seu voto, discretamente, falando apenas “SIM”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.0%
5.1%
1.3%
9.0%
59.9%
0.6%