15/04/2022 às 21h31min - Atualizada em 15/04/2022 às 21h31min

Abertas inscrições para concurso público da Polícia Civil de Roraima com 175 vagas

Inscrições seguem até 12 de junho. Certame tem editais com 35 vagas para o cargo de delegado e outro com 140 vagas distribuídas em oito carreiras da Polícia Civil. Salários iniciais podem chegar até R$ 20 mil.

Os interessados devem acessar o site da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Fundação Vunesp), banca responsável concurso, para realizar as inscrições.

A taxa de inscrição é de R$ 350 para o cargo de delegado, R$ 260 para os cargos de médico legista, perito criminal e odonto-legista, R$ 120 para escrivão, agente e perito papiloscopista, e de R$ 80 para auxiliar de necropsia e auxiliar de perito criminal.

 

35 vagas para delegado

 

O edital do cargo de delegado oferta 35 vagas para a função -- sendo 31 para ampla concorrência e 4 para candidatos com deficiência. O salário é de R$ 20.410,04 e mais R$ 500 de auxílio alimentação. O candidato deve ser formado em direito para concorrer.

A seleção para o cargo de delegado ocorrerá em duas fases, todas realizadas em Boa Visa: a primeira composta por prova objetiva sobre conhecimentos gerias e específicos, prova discursiva, exame psicotécnico, avaliação de saúde, exame de aptidão física, prova oral, prova de títulos e investigação social. A segunda fase será o curso de formação.

A prova objetiva deve ser aplicada no dia 13 de agosto e a discursiva no dia 14 de agosto, ambas no horário da tarde.

 

Vagas para agente, perito, legista e mais

 

O segundo edital oferta 140 vagas distribuídas em 52 para agente de polícia, 51 para escrivão, 14 para perito papiloscopista, nove vagas para perito criminal, sete para médico legista, quatro vagas para auxiliar de perito, duas para auxiliar de necropsia e uma vaga para odontolegista.

Conforme o edital, todos os cargos vão preencher a classe inicial, respeitando as porcentagens previstas para candidatos com deficiência.


Para o delegado Geral de Polícia Civil, Eduardo Wayner, após 18 anos da realização do primeiro concurso, há uma necessidade urgente de recompor o quadro de servidores. “Desde a autorização do governador Antonio Denarium para a realização do concurso para Polícia Civil, não temos medido esforços para que este certame se realize dentro dos prazos previstos”, disse o delegado.


Para o delegado Geral de Polícia Civil, Eduardo Wayner, após 18 anos da realização do primeiro concurso, há uma necessidade urgente de recompor o quadro de servidores. “Desde a autorização do governador Antonio Denarium para a realização do concurso para Polícia Civil, não temos medido esforços para que este certame se realize dentro dos prazos previstos”, disse o delegado.

 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%