24/02/2021 às 21h10min - Atualizada em 24/02/2021 às 21h10min

Justiça concede habeas corpus ao tenente-coronel Rocha Lima

Por Redação/Já é Notícia
Coronel - Foto: Reprodução
Por dois votos a um, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) concedeu habeas corpus ao tenente-coronel Antônio Marcos da Rocha Lima, nesta quarta-feira, 24. O militar está preso nas dependências do quartel do Batalhão de Rádio Patrulha, há sete meses, quando teve a prisão decretada por ser um dos acusados de participação no assassinato de Luciano de Albuquerque Cavalcante, fato ocorrido no dia 25 de outubro de 2019, no Conjunto Village Campestre II.

Relator do pedido de habeas corpus, o desembargador João Luiz Azevedo Lessa votou contra a liberdade do tenente-coronel Rocha Lima, mas foi voto vencido pelos desembargadores Washington Luiz Damasceno Freitas e José Carlos Malta Marques.

“Estamos aguardando apenas o alvará de soltura para que ele efetivamente fique em liberdade”, disse o advogado do tenente-coronel Rocha Lima, Napoleão Lima Júnior. Segundo ele, Rocha Lima deve se apresentar nesta quinta-feira ao Comando Geral da Polícia Militar.


“O comandante geral vai decidir se ele assumirá algum batalhão ou se desempenhará suas funções internamente, até que sua situação seja resolvida”, disse o advogado, ao se referir ao trâmite do processo criminal no qual o militar é acusado de homicídio.


Denúncia


Em julho do ano passado, o Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) denunciou, o tenente-coronel Rocha Lima, o militar da reserva José Gilberto Cavalcante Góes, o segurança particular Wagner Luiz das Neves Silva e Gilson Cavalcanti de Góes Júnior pelo crime de homicídio duplamente qualificado contra Luciano Albuquerque Cavalcante.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%