27/11/2019 às 10h28min - Atualizada em 27/11/2019 às 10h28min

Cacau Filho mantém maior taxa de iluminação pública do Brasil

Radialista detonou a prefeitura de Marechal Deodoro por cobrar taxa absurda

Na foto: Toledo, Collor e Cacau Filho

 
 
Em mais uma 'etapa do faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço', o prefeito de Marechal Deodoro, não cumpre as promessas estabelecidas em campanha, em 3(três) anos de mandato não reduziu a maior taxa de iluminação pública do Brasil.
 
O prefeito anda desfilando, desde 2018, com o ex-aposentado por invalidez José Carlos Medeiros Gomes, anunciando a substituição das lâmpadas amarelas por LED, mas esqueceu de mencionar a redução dos gastos públicos por conta da substituição.
 
Como dizia Bezerra da Silva em sua música mais popular, né? Acontece que Cacau Filho que vem despencando nas enquetes(pesquisas) de opinião popular, não sabe mais o que fazer, pois promete e não cumpre quase nada.
 
Com lâmpadas amarelas substituídas pelas luzes de LED, a primeira capital de Alagoas está não só mais clara, mas também mais econômica.  A queda do consumo de energia é muito bom para os cofres públicos, portanto, o consumidor deveria ser beneficiado com isso, mas o prefeito de Marechal Deodoro, faz vista grossa e continua cobrando a maior taxa de iluminação pública do Brasil, segundo informou o radialista, em áudios que são compartilhados na plataforma WhatsApp.
 
Troca de lâmpadas deve ter gerado uma economia de mais de cinquenta por cento aos cofres públicos de Marechal Deodoro. Seria obrigação do prefeito Cacau Filho encaminhar projeto para Câmara de Vereadores e diminuir pelo menos em 50% a contribuição paga pelos moradores.
 

REPÓRTER MIRIM

 
A diretoria do Instituto Repórter Mirim já avalia entrar com uma ação judicial para suspender a cobrança da taxa de iluminação pública, em Marechal Deodoro.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%