01/02/2019 às 00h07min - Atualizada em 01/02/2019 às 00h07min

Relatório da ANA não inclui Palmeira entre municípios com barragens em risco

- Mirim com agência
Relatório divulgado nos últimos dias pela Agência Nacional das Águas (ANA) sobre as barragens que apresentam riscos de rompimento, não inclui Palmeira dos Índios. Mesmo assim, e após grande polêmica na imprensa, o prefeito Júlio Cezar determinou uma série de medidas de segurança. 

Neste mesmo relatório, a ANA relaciona vinte e seis barragens que terão fiscalização prioritária, mas não aparece a barragem da Mata da Cafurna que está localizada numa área indígena de Palmeira. Do total geral mostrado no relatório, 6 barragens alagoanas apresentam risco alto e dano potencial associado alto. 

Por meio da Defesa Civil Municipal o Governo Municipal está acionando um especialista em barragens, engenheiro José Antônio (funcionário do Dnocs e municipal), Defesa Civil, Funai, IBAMA, SEMARH, Corpo de Bombeiros, CREA, entre outros. 

“O prefeito determinou que adotássemos todas as medidas para assegurar a confiança e a tranquilidade das pessoas diante do clima de pânico criado após uma declaração de um técnico do IBAMA” explicou o secretário de Defesa Civil, Flávio Emilio.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%