19/06/2022 às 14h09min - Atualizada em 19/06/2022 às 14h09min

Sesau e Conselho Estadual de Saúde realizam a V Conferência Estadual de Saúde Mental em Maceió

Este ano, evento tem como tema “A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”.

 

Desta segunda (20) até esta quarta-feira (22), Maceió vai sediar, no Centro de Convenções, em Jaraguá, a V Conferência Estadual de Saúde Mental (CESM) José Félix Vilanova, que deverá reunir cerca de 400 delegados eleitos nas Conferências Regionais e Municipais, realizadas durante este ano. O tema da V CESM é “A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS”. O evento é realizado por meio da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o Conselho Estadual de Saúde de Alagoas (CES/AL) e, além de discutir propostas que reforçam e defendem a luta antimanicomial no Brasil, elegerá delegados que representarão Alagoas na V Conferência Nacional em Brasília, em novembro próximo.

 

A abertura da V CESM será às 19 horas da segunda-feira (20), com a homenagem ao psicólogo José Félix Vilanova Barros e mais 15 pessoas, que serão homenageadas pelo trabalho que desempenharam em defesa da Política de Saúde Mental Humanizada e do SUS em Alagoas. A palestra magna sobre “A Política de Saúde Mental como Direito: Pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantia dos serviços da atenção psicossocial no SUS” será da psicóloga Marta Elizabete de Souza, membro do Fórum Mineiro de Saúde Mental e da Rede Internúcleos da Luta Antimanicomial (Renila).

 

O tema central da Conferência está dividido em quatro eixos, que abordarão o Cuidado em Liberdade, como Garantia de Direito à Cidadania; Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de saúde mental; Política de saúde mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade; e no último serão abordados   Impactos na saúde mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

 

Como palestrantes desses eixos, estarão os professores universitários Valéria Correia, Tereza Tenório, Cícera Albuquerque e Ewerton Matias. Como debatedores estarão na V CESM a Promotora de Justiça Micheline Tenório; o professor Sérgio Aragaky; a psicóloga Laeuza Farias; a Secretária Adjunta de governança da SMS de Maceió, Sônia Moura; a usuária Teresinha de Jesus, conselheira municipal de Palmeira dos índios e integrante da Renila; Kátia Betina, secretária executiva do Cosems/AL; o supervisor da atenção psicossocial da Sesau, Rodrigo Gluck; e a Integrante do Fórum de Saúde Mental e da Renila, Karla Patrícia. Os trabalhos serão coordenados pelos conselheiros estaduais Cícero Vieira e João Marcos, a conselheira estadual Tereza Carvalho e a diretora do Cedim e conselheira estadual, Kátia Born.

 

O presidente do CES, José Wilton da Silva destaca que foi uma longa jornada realizar esse evento grandioso. “Tivemos que fazer cinco conferências regionais para viabilizar a participação de dezenas de municípios que enfrentavam dificuldades em realizarem suas conferências, após uma pandemia e em meio a desafios no próprio CES, conseguimos contemplar a todos”, ressalta o presidente.

 

A V CESM se encerra na quarta-feira (22), com a plenária final, coordenada pelo conselheiro estadual Gerônimo Ferreira, onde serão eleitos os 36 delegados que participarão da etapa nacional, como também serão apreciadas propostas e moções que estarão no debate da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental, V CNSM.










alagoas.al.gov.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »