12/06/2022 às 18h33min - Atualizada em 12/06/2022 às 18h33min

Dia dos Namorados: casais se unem na educação e se matriculam juntos em unidades da rede de ensino municipal

Estudantes da rede municipal contam como incentivo do parceiro para dar continuidade aos estudos

Companheiros de vida e de sala de aula. Neste domingo (12), quando é celebrado o Dia dos Namorados, estudantes da rede municipal mostram que o amor está no ar e na educação. Ligados pela vontade de continuar os estudos, os casais Nildete e Sérgio, e José Cristóvão e Sueli contam suas histórias de sucesso na busca pela educação ao se matricularem juntos em escolas da rede municipal de ensino.

O casal, Nildete Matos, 48 anos, e Sérgio da Silva, 58 anos, estão juntos há 28 anos e há muito tempo carregavam consigo o sonho de dar continuidade aos estudos, paralisados em razão de dificuldades pessoais que o impediram de concluir a formação na educação básica.

Foi no Matrícula Móvel, serviço oferecido pela Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), para democratizar o acesso às matrículas nas unidades educacionais da rede, que o casal concretizou esse sonho antigo.

 
Casal Nildete Matos e Sérgio da Silva estão juntos há 28 anos. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed

Casal Nildete Matos e Sérgio da Silva estão juntos há 28 anos. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed

Casal Nildete Matos e Sérgio da Silva estão juntos há 28 anos. Foto: Jamerson Soares (estagiário)/Ascom Semed

Nildete conta que viu na oportunidade uma chance de seguir seus sonhos ao lado do parceiro de vida, Sérgio. "Vai ser ótimo para pelo menos ocupar a mente e terminar os meus estudos porque eu não terminei. Parei na 6ª série porque aconteceram coisas muito difíceis na minha vida. Estou achando a ação muito boa, porque eu não tinha conseguido vaga, aí agora consegui bem rápido e bem perto da minha casa. Vai ser bom a gente estudar junto porque um vai ajudar o outro", contou.

Sérgio destaca o empenho de sua companheira em prosseguir com a vida escolar. "Me matriculei para terminar os estudos. Acho necessário porque vai ocupar minha mente. Achei bacana essa ação do Matrícula Móvel, e pertinho de casa, melhor ainda", completou Sérgio.

 
José Cristóvão e Sueli de Araújo foram juntos até a Escola Municipal Padre Brandão de Lima e se matricularam no curso de inglês. Foto: Arthur Vieira (estagiário) / Ascom Semed

José Cristóvão e Sueli de Araújo foram juntos até a Escola Municipal Padre Brandão de Lima e se matricularam no curso de inglês. Foto: Arthur Vieira (estagiário) / Ascom Semed

José Cristóvão e Sueli de Araújo foram juntos até a Escola Municipal Padre Brandão de Lima e se matricularam no curso de inglês. Foto: Arthur Vieira (estagiário) / Ascom Semed

Já o casal José Cristóvão e Sueli de Araújo, de 57 e 50 anos de idade, respectivamente, foram juntos até a Escola Municipal Padre Brandão de Lima para se matricular em dos cursos de inglês e espanhol ofertados pelo Núcleo de Línguas Estrangeiras da Semed.

Eles contam que a ideia surgiu de Sueli, que já tinha a vontade de aprender uma nova língua. Mas o sonho era constantemente impedido em razão dos preços e da distância dos cursos. Ela conta que quando soube da notícia que iria ser ofertado cursos de línguas estrangeiras pertinho de casa, tratou de convencer o seu companheiro para que embarcassem juntos neste caminho de novos aprendizados

“Eu sempre quis aprender a falar inglês, porém como os cursos quando não eram muito caros, eram muito distantes, acabei deixando essa vontade de lado, mas agora que eu soube que do ladinho de casa está sendo ofertado esses cursos, pude resgatar esse desejo e aproveitei para trazer meu marido junto”, ressaltou Sueli.

José Cristóvão é estudante do curso de química na Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Ele revelou que viu na esposa uma motivação para se matricular no curso de inglês.

“Agradeço a minha esposa por sempre me incentivar durante nossa vida e hoje não foi diferente, vi nela a vontade de aprender uma nova língua e não perdi tempo, vim junto garantir nossas vagas. Além disso, a realização desse curso é muito importante para aprimorar os nossos currículos, já que por conta da globalização, um curso de línguas faz toda a diferença dentro do mercado de trabalho", destacou José Cristóvão.
















secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »