08/06/2022 às 08h18min - Atualizada em 08/06/2022 às 08h18min

Estudantes da Escola Municipal Nise da Silveira participam de atividades ambientais no Parque do Horto

Ação foi promovida pelo setor de Educação Ambiental e Sustentabilidade em alusão ao mês do meio ambiente

Os alunos da Escola Municipal Nise da Silveira, no Antares, participaram de um passeio ao Parque do Horto em uma manhã de atividades de campo em alusão ao mês do meio ambiente. Ao todo, 45 crianças do segundo e terceiro anos do Ensino Fundamental estiveram presentes na ação que contou com oficina de leitura sobre sustentabilidade, passeio pelo parque, exposição de animais taxidermizados (empalhados) do museu e pintura corporal.

O momento foi de aprendizagem para os alunos que começam a entender a necessidade de preservar o meio ambiente com a orientação da equipe que promoveu as atividades, composta por coordenadores e assistentes. A iniciativa faz parte de uma série de ações realizadas pela Educação para a celebração do Mês do Meio Ambiente.

 
Soraya Moura é técnica pedagógica do setor de Educação Ambiental e Sustentabilidade. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Soraya Moura é técnica pedagógica do setor de Educação Ambiental e Sustentabilidade. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Soraya Moura é técnica pedagógica do setor de Educação Ambiental e Sustentabilidade. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

A técnica pedagógica do setor de Educação Ambiental e Sustentabilidade, Soraya Moura, contou que com ações como essas as crianças aprendem sobre limpeza e sustentabilidade.

“Eles entendem que precisam ajudar o meio ambiente, na limpeza, não jogando garrafas, ajudando no processo de coleta seletiva dentro da própria casa e sabemos que através dos nossos pequenos os pais se conscientizam. Não poderia existir lugar melhor que o parque do horto para esse momento, temos muito verde, vemos realmente a preservação do meio ambiente”, revelou.

Durante as oficinas, as assistentes do setor montaram três rodas de leitura onde leram histórias de ecologia, sobre fauna, flora e o meio ambiente. Os livros são produzidos por cientistas do Laboratório de Conservação Ambiental do século 21 e encantaram as crianças que estavam presentes.

O estudante Davi Lucas, 8 anos, aluno do terceiro ano B, contou que aprendeu que não pode mexer nos animais, nem levá-los para casa pois eles precisam viver no meio ambiente. Ele disse que vai ensinar aos seus amigos tudo o que aprendeu. “Cara, não é para mexer nos sapos não”, disse Davi.

 
Professora e coordenadora da unidade escolar, Edjane Lima, enfatizou interação com meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Professora e coordenadora da unidade escolar, Edjane Lima, enfatizou interação com meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Professora e coordenadora da unidade escolar, Edjane Lima, enfatizou interação com meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

A professora e coordenadora da unidade escolar, Edjane Lima, destacou a importância da prática educacional para os estudantes em promover um momento de interação com o meio ambiente.

“Sabemos que esse cuidado de preservar o meio ambiente é cuidar da nossa vida, então desenvolvemos sempre em nossas atividades diárias esse cuidado com a natureza, água, animais, árvores, educar as crianças para que elas sejam multiplicadoras no espaço onde elas se encontram com a família”, ressaltou a professora.

 
Murilo Lázaro tem 7 anos e já entende a importância de preservar o meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Murilo Lázaro tem 7 anos e já entende a importância de preservar o meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Murilo Lázaro tem 7 anos e já entende a importância de preservar o meio ambiente. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

O pequeno Murilo Lázaro, 7 anos, entendeu o recado. Animado, ele conta sobre o dia de passeio e muito aprendizado.

“Eu aprendi que não podemos maltratar o nosso meio ambiente, porque é feio e se a gente matar nosso ambiente, a gente pode morrer também, nosso ar pode faltar. Gostei muito de tudo, quero chegar em casa e contar tudo pra minha avó”, contou.

 
Coordenadora de áreas verdes, parques e hortos da Sudes, Rafaela Brito, ressaltou que alunos vão disseminar aprendizado. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Coordenadora de áreas verdes, parques e hortos da Sudes, Rafaela Brito, ressaltou que alunos vão disseminar aprendizado. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Coordenadora de áreas verdes, parques e hortos da Sudes, Rafaela Brito, ressaltou que alunos vão disseminar aprendizado. Foto: Karla Lima/Ascom Semed

Também presente na ação, a coordenadora de áreas verdes, parques e hortos da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Rafaela Brito, destacou algumas atividades realizadas junto aos estudantes durante o passeio e a necessidade de disseminar os ensinamentos levados aos pequenos.

“Hoje trouxemos animais taxidermizados do museu, algumas serpentes também e estamos aqui passando todas as informações possíveis, agregando conhecimento a essas crianças e temos certeza que quando elas chegarem em casa vão propagar essas informações”, concluiu.














secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »