17/05/2022 às 08h53min - Atualizada em 17/05/2022 às 08h53min

GOVERNADOR RECEBE GESTORES DE UNIDADES DE SAÚDE E DEFENDE MUTIRÕES DE ATENDIMENTO

Vice-governador e secretário de saúde também participaram do encontro, que foi bastante elogiado por diretores de hospitais

O governador Paulo Dantas, o vice-governador José Wanderley e o secretário de Saúde Gustavo Pontes estiveram reunidos, nesta segunda-feira (16), com gestores de hospitais, Unidades de Pronto Atendimentos (UPAS) e demais serviços de saúde. Na ocasião, foram discutidas mudanças que possam ser implementadas com agilidade, para trazer melhorias no atendimento à população, e apresentado o desejo, por parte do governador, de realizar mutirões para atendimentos das demandas reprimidas, em grande parte, pela pandemia da Covid-19.


Paulo Dantas ressaltou no encontro que a saúde é prioridade para o governo e que precisa de pessoas técnicas e capacitadas, mas também de investimentos. Ele destacou ainda a necessidade de que as unidades de saúde do estado serem responsáveis pelos atendimentos pelo SUS sempre que possível, de forma que a as transferências para unidades filantrópicas e conveniadas ocorram somente em caso de extrema necessidade.


“O que queremos é seguir adiante, levando saúde de qualidade para toda a população. Queremos que vocês, que já contribuíram tanto até aqui, continuem a nos ajudar. Precisamos de agilidade para concluir o Hospital do Coração e o Hemocentro, assim como também precisamos assinar a ordem de serviço para o Hospital do Idoso. Após dois anos de pandemia focados, quase que exclusivamente na Covid, estamos com uma demanda reprimida grande e temos o desejo de realizar mutirões de cirurgias e exames”, afirmou o governador.


O vice-governador José Wanderley, que entende bem da área, destacou que Alagoas precisa de novos produtos para atender às demandas da população. Ele sugeriu que os gestores elaborassem projetos e apresentassem, tendo em vista que são os agentes da ponta, que sentem as reais necessidades existentes atualmente.

O secretário Gustavo Pontes, empossado nesta segunda-feira, não perdeu tempo e já fez as marcações das visitas que pretende fazer em todas as unidades públicas de saúde até o final desta semana. O objetivo é conhecer de perto a estrutura, os pontos positivos e negativos, que precisam ser resolvidos. “Vou em cada uma das unidades para que possamos iniciar os mutirões e resolver as pendências existentes atualmente. Queremos deixar a saúde ainda mais perto dos usuários”, falou.

Um dos primeiros locais a serem visitados é o Hospital Geral do Estado (HGE), cujo diretor, médico Paulo Teixeira, também esteve presente à reunião. Ele falou sobre a necessidade de transferência de alguns pacientes e o secretário se comprometeu a resolver essa pendência ainda esta semana, fazendo um levantamento, nos demais hospitais, dos leitos disponíveis.
 

A diretora do Hemocentro de Alagoas, Verônica Guedes, falou sobre o desafio de atender às demandas de todas as unidades do estado, tendo em vista um aumento significativo do número de hospitais abertos nos últimos anos. Ela ressaltou que aguarda com expectativa a inauguração do prédio do novo Hemocentro, que está sendo construído em Maceió.  “Estamos correndo para que, ainda este ano, possamos nos mudar para o novo prédio. Hoje temos muitos pacientes que dependem dos nossos serviços. São 246 hemofílicos e 700 pacientes com doenças falciformes, que têm no Hemoal o único local para atendimento”, explicou.


Hospitais ampliaram atendimentos

O diretor do Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, Neto Ribeiro, falou sobre o grande número de atendimentos realizados desde a inauguração, em novembro do ano passado. Um total de 600 cirurgias e mais de 11 mil atendimentos. Para melhorar ainda mais os serviços ofertados na unidade, ele citou a necessidade de ampliação do número de salas e a contratação de mais profissionais.
 

A gerente médica do Hospital da Mulher, Sara Dominique, falou sobre a importância desse tipo de reunião, onde todos podem expor os problemas e propor soluções, para que a saúde pública possa avançar. Ela pediu mais periodicidade desses encontros. O diretor-geral do Hospital da Criança, João Lourival, por sua vez, pontuou que a unidade chegou para desafogar os atendimentos em pediatria nos demais hospitais. Ele falou que o objetivo é fazer com que Alagoas seja uma vitrine no atendimento em saúde das crianças.
 

 

O superintendente geral do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Jhonata Thaylson, pediu uma atenção especial da Sesau, nos sentido de receber novos investimentos.  Após ouvir todos os gestores, o governador Paulo se comprometeu a fazer tudo o que estiver dentro da lei e a seu alcance para garantir um atendimento digno de saúde para todos os alagoanos. Até o final da semana, com o perfil das unidades em mãos, o secretário Gustavo Pontes deve apresentar ao governador as principais demandas, para que novas políticas possam ser implementadas, a exemplo dos mutirões para encurtar as filas por procedimentos.












alagoas.al.gov.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »