10/05/2022 às 10h45min - Atualizada em 10/05/2022 às 10h45min

Ejai na rede municipal já ultrapassou sete mil matrículas em 2022

Ações de busca ativa e reformulação da matriz curricular estão entre as medidas tomadas para aumentar adesão

A Educação para Jovens, Adultos e Idosos (Ejai) da rede municipal de Educação teve um aumento expressivo no número de matrículas durante o ano de 2022. Com ações de busca ativa e de incentivo para que os maceioenses retornem em busca da educação formal, a modalidade chegou em 7.370 estudantes este ano.

O coordenador de Ejai da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Ricardo Maciel, destaca a importância da educação formal para a vida desses estudantes. “Estamos atribuindo cursos profissionalizantes na nossa rede, com uma reformulação na nossa matriz. Esses alunos estarão mais preparados para o mundo do mercado, com criatividade, trabalho em equipe e empreendedorismo”, informa.

Em 2021, cerca de 1.600 estudantes do EJAI haviam deixado de frequentar a escola por algum motivo. Além da reformulação da matriz e da inclusão de cursos profissionalizantes na área, um estudo está sendo realizado com o intuito de buscar a redução da evasão escolar e uma planilha de acompanhamento foi criada para identificar alunos com baixo rendimento, que devem receber acompanhamento especial.

A coordenadoria vem realizando diversas ações com o objetivo de atrair um maior quantitativo de estudantes para a rede municipal de ensino. Houve um chamamento público para a matrícula, colocação de faixas nas escolas municipais, além de busca ativa, com servidores indo pessoalmente em busca de potenciais estudantes.

“Há muitas ações importantes realizadas pela Ejai, como palestras sobre temas da atualidade, o programa Saúde na Escola, onde realizamos exames como os oftalmológicos. Tudo isso nos ajuda a remediar os problemas que encontramos na etapa”, pontua.

Aumento nas matrículas e permanência

Após anos de redução no quantitativo de matrículas de Maceió, a rede municipal atingiu um número recorde de adesão no ano de 2021. Foram quase 5 mil alunos a mais naquele ano, com ações como o Matrícula Móvel e o Bolsa Escola Municipal (BEM). Em 2022, o crescimento continuou, com 55.112 matrículas efetuadas, o maior em 10 anos.









secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »