03/05/2022 às 10h12min - Atualizada em 03/05/2022 às 10h12min

Após drama, mãe de criança que caiu em bueiro brinca: 'Vai ficar grudada em mim, igual carrapato'

O susto que a dona Mistes Tavares e o seu Erivan Luiz passou, depois de a filha de 11 anos cair dentro de um bueiro e desaparecer, não é desejado nem para o pior inimigo. Não saber se a filha estava bem, e ainda mais, com vida, trouxe agonia para a família, que passou horas sem ter informações sobre o estado da criança. Mas a pequena Wellen Cristina Tavares dos Santos foi astuta, conseguiu chegar perto de uma caixa de manutenção de águas pluviais e foi resgatada por populares após gritar por socorro durante aproximadamente quatro horas. O salvamento emocionou quem acompanhava a aflição de perto e não é exagero afirmar que a estudante "nasceu de novo".  

Dona Mistes disse ao repórter Bruno Protasio, durante o programa Balanço Geral Alagoas, da TV Pajuçara/Record TV, que não deixava a menina sair sem a presença de um responsável, porém, na primeira vez em que "liberou" a ida dela para a escola, ocorreu o acidente. A estudante escorregou devido à forte chuva e foi sugada pelo buraco. 
 

"Eu nunca havia me separado dela, eu sempre estive com ela. Foi a primeira vez na minha vida que deixei ela sair sozinha. Sempre que eu passava naquele buraco eu dizia para tomar cuidado, mas eu nunca imaginei que pudesse ser a minha filha. E logo ontem, eu me atrasei dois minutos para pegá-la no ponto de ônibus e, quando eu cheguei no local, tinham 15 minutos que ela tinha caído no bueiro. No primeiro momento, eu não acreditava que poderia ser ela, mas quando vi o telefone e a mochila dela, acreditei".

A mãe de Wellen destacou ainda que foi contida pelos parentes e amigos para não entrar no bueiro, pois não aguentava mais ficar à espera de notícias sobre a filha. O desespero aumentava a medida que a chuva continuava a cair com intensidade. Ainda segundo ela, a irmã da menina tentou tranquilizá-la, afirmando que ela era esperta e teria conseguido sobreviver dentro do duto, mas a mãe não se acalmava.

 

"Com o passar do tempo, a água foi aumentando e o desespero também. A irmã dela tentou me acalmar, pois disse que ela era esperta, sabia nadar, já tinha entrado em lagos e represas. Mas eu não sabia disso. Eu fiquei das 11:40 até as 15:00 esperando alguém encontrar a minha filha e isso foi desesperador. Eu não desejo isso pra ninguém! Me pediram calma, mas como ficar calma com uma situação dessas? Ainda mais com a minha filha, que veio após um momento muito difícil, após eu perder outro filho. Ela nasceu prematura e isso me deixou ainda mais apegada à ela. E em uma ida para o colégio acontece isso".

Agora, após o período de angústia, a mãe da criança brincou e disse que não ia se desgrudar da pequena. "Infelizmente ela conheceu Maceió por cima e por baixo. Ela está com vida e saudável. Ela tem problema de asma e, graças a Deus, ela não teve crise no momento do ocorrido. E agora ela está saudável e comigo! Agora eu tenho ela de volta e vai ficar grudada em mim, igual carrapato. Agora, eu vou amarrar ela em mim (risos)".
 

Já o seu Erivan comemorou o "renascimento" de Wellen e disse que acreditava a todo momento que a filha estava viva. "A família tá completa novamente! Eu sempre acredito em Deus e, naquele momento, acreditava que a minha filha estaria viva. Sempre acreditei que ela não estaria morta. Quando ela foi resgatada eu só quis abraçá-la. Eu pedi a Deus e agora ela está aqui!", declarou.

A queda de Wellen Cristina no bueiro mobilizou o Corpo de Bombeiros entre a manhã e a tarde de segunda-feira, 02, próximo ao Centro de Zoonoses da capital. Apesar das horas de apreensão, o final feliz com o resgate da menina pôde ser celebrado pelos familiares e amigos da jovem.












tnh1.com

 
 

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »