18/04/2022 às 10h09min - Atualizada em 18/04/2022 às 10h09min

ONG de Porto de Pedras oferece curso Gastronomia e Turismo para mulheres

Através da ONG Filhos do Patacho mais um projeto voltado para a comunidade está sendo oferecido,  com apoio da prefeitura através da Secretaria de Turismo. É o projeto “Gastronomia e Turismo – Porto de Pedras na Rota das Férias”.  O projeto idealizado pela ONG terá quatro módulos e um investimento de R$ 100.000,00 através de emenda parlamentar do senador Rodrigo Cunha. Serão 12 meses de projeto, sendo 8 destes reservados para a capacitação, tendo sua carga horária total de 330 horas e o acompanhamento das cursistas por uma de equipe técnica multidisciplinar composta por: coordenação, assistente social, instrutorias e psicólogo e terá como eixo central do curso a culinária comercial enquanto um agente de transformação econômico social. A ONG já iniciará as inscrições para o curso profissionalizante entre os meses de abril e maio. Segundo Juciano Pinto, presidente da ONG Filhos do Patacho, o curso vai beneficiar 50 mulheres na faixa etária de 18 até 50 anos, preferencialmente chefes de família com vocação para a área de gastronomia e renda familiar inferior a 3 salários mínimos. O grande objetivo da proposta é empoderar mulheres e promover a equidade de gênero através de uma qualificação profissional que possibilite seu desenvolvimento social e econômico, garantido o bem-estar e a melhoria da qualidade de vida por meio da ampliação em pelo menos 30% da renda familiar das atendidas e o incentivo a inserção no mundo do trabalho, formalização dos empregos ou abertura do MEI, para que estas possam ter acesso aos benefícios sociais gerados pelas regularizações destas atividades.

A ONG Filhos do Patacho é uma Organização sem fins lucrativos que tem por objetivo transformar a realidade de crianças, jovens e adultos em situação de risco e vulnerabilidade social no município de Porto de Pedras. Nasceu em 2010 através de uma ação cultural com finalidade de destinar donativos para famílias carentes por meio de verbas arrecadadas através da realização de um bloco de carnaval, e com o passar do tempo além da distribuição de cestas básicas a organização passou a realizar outras ações voltadas a transformações social da comunidade local. Com o desenvolvimento das ações da Organização, novas demandas da comunidade foram percebidas, e uma delas foi a necessidade de potencializar o empreendedorismo das mulheres chefes de família em uma região com turismo crescente.
























ama-al












 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%