29/03/2022 às 10h43min - Atualizada em 29/03/2022 às 10h43min

Laudo aponta transtorno bipolar em mulher flagrada com sem-teto, diz jornal

A mulher flagrada com um homem em situação de rua dentro de um carro em Planaltina (DF) passava por fase maníaca psicótica do transtorno bipolar, segundo um laudo elaborado por médicos do Hospital Universitário de Brasília.

O relatório, acessado pelo jornal carioca O Globo, detalha que a comerciante apresenta "alucinações auditivas", "delírios grandiosos e de temática religiosa", alteração de humor e "comportamentos desorganizados e por vezes inadequados".
 

Internada em um hospital psiquiátrico desde 9 de março, quando foi flagrada pelo marido na companhia do sem-teto Givaldo de Souza, 48, a mulher também demonstra uma tendência a "gastos excessivos, doação de seus pertences, resistência em se vestir e hiper-religiosidade", de acordo com o laudo.

Ao se deparar com a esposa nua e na companhia do desconhecido, o personal Eduardo Alves de Souza, de 31 anos, espancou Givaldo, em uma cena registrada por câmeras de segurança e que ganhou repercussão nacional. A investigação do caso corre em segredo de Justiça.
 

O UOL tenta contato com a advogada do casal, Auricélia Vieira de Souza, para obter seu posicionamento sobre o laudo.

Ao Globo, ela afirmou que não há prazo para que sua cliente ganhe alta do hospital psiquiátrico já que ela "ainda precisa de cuidados de saúde física e mental".
 

Ainda segundo a defensora, Eduardo não tinha percebido tendências bipolares da companheira durante os três anos de relacionamento do casal, mas possíveis sinais anteriores são agora investigados por médicos.

Ela preferiu não fazer comentários ao jornal carioca sobre uma possível anexação do laudo em uma acusação de suposta violência sexual cometida por Givaldo.

 
 












tnh1.com

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%