28/03/2022 às 09h19min - Atualizada em 28/03/2022 às 09h19min

Alagoas Maior entrega equipamentos para associações e cooperativas

O Programa Alagoas Maior, coordenado pelo Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), e, o Sebrae Alagoas, entregou na nesta sexta-feira (25) equipamentos para os grupos produtivos das regiões Agreste, Sertão e Serrana dos Quilombos, que são apoiados pelo Programa.

Várias associações e produtores das três regiões contempladas pelo programa receberam 30 mesas de inox para produção de alimentos e mesas desoperculadoras para produção de mel.

Na ocasião, também foi entregue uma estrutura produtiva para a Associação de Cooperação Agrícola do Assentamento Lameirão, construída com o sistema Isobloco, que que produz uma obra limpa e proporciona segurança corta fogo, conforto acústico e térmico elevado, além de ter a construção mais rápida em relação ao sistema construtivo mais utilizado, a alvenaria. A Associação também recebeu equipamentos de cozinha para a produção dos doces de coco, que são a marca registrada dos pequenos produtores.

Já a Associação Agroleite, em Poço das Trincheiras, foi contemplada com um sistema fotovoltaico de 2kwp de capacidade, que contém 4 placas solares e um inversor de energia solar. A instalação permite economia acima de 40% no valor pago à Equatorial e uma contrapartida significativa no ganho de lucro para a Associação. O Decreto Estadual 50451/2016 regulamenta a isenção do ICMS de energia elétrica do empreendimento, conforme política energética de fomento à geração distribuída.

“É através dos nossos produtores que Alagoas se desenvolve. Nas regiões do Agreste, Sertão e Serrana dos Quilombos, que são contempladas pelo projeto, nós vemos uma evolução muito grande nos grupos produtivos e na forma de produção local. Através do Alagoas Maior nós incentivamos a agricultura familiar, a venda de produtos feitos no Estado e desenvolvemos o pequeno produtor”, destaca o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

Alagoas Maior

Criado em 2019 o programa Alagoas Maior impacta diretamente cerca de 2.180 empreendedores e indiretamente cerca de 10.900 pessoas. Atualmente, ele atua prioritariamente em três regiões do estado – Serrana dos Quilombos, Agreste e Sertão – abrangendo cinco atividades produtivas em 46 municípios, com foco na melhoria do produto de cada negócio, desde sua produção até a embalagem encontrada nas prateleiras, promovendo uma série de consultorias e capacitações.

O objetivo do Alagoas Maior, que conta com investimento de mais de R$ 2 milhões garantidos pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), é desenvolver as atividades produtivas de Alagoas, alavancando economicamente as regiões contempladas através do fortalecimento dos Micro e Pequenos Negócios.

 

Alagoas Maior lança plataforma para venda digital

Mel e produtos derivados dos apiários, doces, frutas in natura, geleias, broas e produtos derivados das tapiocas. Todos os produtos beneficiados pelos produtores apoiados pelo programa Alagoas Maior ganham agora uma nova plataforma para comercializar seus produtos.

O endereço digital alagoasmaior.com.br foi construído para abrigar os produtos e facilitar o contato entre os produtores e os clientes. A iniciativa, executada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), beneficiará na primeira etapa os mais 28 grupos produtivos atendidos pelo Programa Alagoas Maior.

A loja online beneficia indiretamente mais de 2 mil produtores, agricultores familiares e grupos produtivos do estado, gerando renda e visibilidade para as associações.

“Os produtores são os protagonistas dessa plataforma, e é um passo muio importante para o Alagoas Maior. Essa é uma expansão necessária para abrigar o tamanho do Programa e a qualidade dos nossos produtos. Pretendemos possibilitar as vendas desses produtos no campo para bares, restaurantes e hotéis de todo o Estado, fazendo com que a produção que os nossos visitantes tem contato venham diretamente do Alagoano”, destaca o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcius Beltrão.

Para a cooperada Salete Almeida, da Cooperativa Mista de Produção e Comercialização Camponesa do Estado de Alagoas (Coopcam), que beneficia derivados da jabuticaba, a plataforma vai transformar as vendas e alavancar ainda mais os negócios.

“A coopcam vem a 11 anos sofrendo como as pequenas cooperativas, mas desde que entramos no programa, há 2 anos atrás, nós tivemos um desenvolvimento notável. O Alagoas Maior abriu portas para que o nosso produto fosse visto de forma mais elaborada e organizada, pra que a gente também tivesse um canal de comunicação e de venda. Essa plataforma é a novidade que vai ser muito bacana, porque o nosso produto vai chegar em lugares mais distantes”, destaca Salete.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%