27/03/2022 às 10h43min - Atualizada em 27/03/2022 às 10h43min

Farmácias das unidades de saúde de Maceió têm alto índice de abastecimento

Todo o conteúdo do Tribuna do Sertão está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Tribuna do Sertão.

A Prefeitura de Maceió tem ampliado cada vez mais a distribuição de medicamentos gratuitos para a população que precisa e que são dispensados nas unidades de saúde espalhadas por toda a cidade. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram que no mês de fevereiro o município atingiu 82% do abastecimento de medicamentos em relação à demanda.

Todo o conteúdo do Tribuna do Sertão está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Tribuna do Sertão.

O número é o maior dos últimos meses e é resultado da padronização de fluxos e do planejamento alinhado junto à Agência Municipal de Regulação de Serviços Delegados (ARSER), órgão responsável pelas licitações.

A expectativa é que esse número seja ainda maior até o próximo mês e chegue próximo aos 100% de abastecimento. Do total da demanda atual, 92% dos medicamentos estão no processo de licitação, onde 82% já foram entregues. Os 10% representam remédios cujo processo burocrático ainda está em andamento para serem de fato distribuídos nas Unidades de Saúde. Com o total de medicamentos entregues, a Prefeitura garantirá o maior abastecimento dos últimos anos.

Todo o conteúdo do Tribuna do Sertão está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Tribuna do Sertão.

O abastecimento de correlatos também foi bastante expressivo no último mês, representando 81% da demanda. Correlatos são produtos para saúde, como materiais, instrumentos e demais objetos utilizados na aplicação médica, odontológica ou laboratorial.

“Em dezembro de 2021 a gente conseguiu concluir uma compra emergencial para abastecimento dos primeiros meses de 2022, e, em paralelo, as atas que foram canceladas em 2021 a gente já reiniciou um novo processo licitatório, que está em curso. As entregas foram realizadas em janeiro e fevereiro, com isso a gente conseguiu atingir o maior índice. A expectativa é que, se todos os fornecedores começarem a entregar dentro do prazo, teremos um crescimento maior do que esse nos próximos meses”, afirma o coordenador de Farmácia da SMS, Paulo Anderson.
















www.tribunadosertao.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%