23/03/2022 às 10h36min - Atualizada em 23/03/2022 às 10h36min

Prefeito JHC determina reforço nas ações para prevenir danos causados pelas chuvas

Gestor da capital alagoana comandou reunião com órgãos municipais e disse que prioridade é salvar vidas

 

O prefeito de Maceió, JHC, comandou nesta terça-feira (22) uma reunião com órgãos municipais para tratar de medidas céleres e de forma conjunta prevenir danos e deslizamentos de encostas e barreiras, que podem ser causados pelas chuvas que afetam a capital. O gestor destacou que as equipes precisam estar nas ruas para salvar vidas e evitar transtornos.

“A gente não pode se limitar apenas a um período de chuvas, porque apesar de ter avisos meteorológicos, existem fenômenos que acontecem na natureza que acabam mudando esse calendário. Se unam, estejam em alerta nesse período chuvoso, nós precisamos estar nas ruas, as equipes precisam estar em alerta, sempre a postos sabendo que a qualquer momento pode ter um chamado e que precisa estar ao lado da população”, frisou JHC.

A Defesa Civil de Maceió tem feito vistorias nas áreas de risco para prevenir danos aos maceioenses. Nas últimas 24 horas choveu cerca de 116 mm em toda a capital, com ênfase nos bairros do Benedito Bentes e Chã da Jaqueira. A previsão é de continuidade de chuvas moderadas, ocasionando acumulados significativos.

Com as ações preventivas, o mesmo volume de chuva registrado em outros momentos não resultou em ocorrências, em localidades como Chã da Jaqueira, Clima Bom, Levada, Alto da Alegria, Bebedouro, Flexal de Cima e Fernão Velho.

A Chã da Jaqueira, foi uma das localidades contempladas com ações preventivas, e mesmo chovendo mais de 100mm na região, nas últimas 24 horas não houveram ocorrências registradas. A Defesa Civil tem feito o diagnóstico dessas áreas de risco, que indicam intensidade entre baixo, médio e alto risco.

Serviços ampliados - A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) tem realizado serviços de drenagem em ruas alagadas e limpeza de galerias de águas pluviais nos bairros da parte alta e baixa de Maceió.

Esta semana, a secretaria realizou a contratação de 40 profissionais que vão trabalhar exclusivamente na limpeza e drenagem em pontos considerados críticos na cidade. Além disso, já foram recolhidas 68 toneladas de entulhos nas galerias de águas pluviais, entre janeiro e março deste ano.

A Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) também ampliou os serviços de limpeza, podas de árvores, desassoreamento de canais e recolhimento de resíduos.

Redes de contenção - O superintendente de Desenvolvimento Sustentável, Ronaldo Farias, explicou que com a retirada desses entulhos, o material não desce para os canais, assim como ocorreu em outros momentos. De acordo com ele, com as redes de contenção nos canais, é possível reter a quantidade de lixo que vem da parte alta, evitando chegar em galerias e no Riacho Salgadinho.

“Tínhamos alguns pontos críticos quando chovia, como em Cruz das Almas, que é o riacho de Águas Férreas, que deságua lá no Salgadinho. De lá, a gente tirava às vezes 20 a 30 caçambas de cada ponto desse. Cada caçamba dá entre 15 a 18 toneladas, em média. E hoje a gente tirou do Salgadinho umas cinco caçambas, diminuiu de seis a sete vezes a quantidade de resíduos que a gente tirava anteriormente”, explicou.

No total foram retiradas do Salgadinho cerca de 60 toneladas de entulho, já em 2021 foram retiradas 400 toneladas.

Acolhimento de famílias - As famílias vítimas das fortes chuvas que perderam imóveis podem procurar o acolhimento ofertado na Casa de Passagem Manoel Coelho Neto, conhecido como Albergue Municipal, ou a Casa de Passagem Familiar.

Após a constatação e condenação da Defesa Civil em casas localizadas em encostas, a Seminfra atuará na remoção imediata dos imóveis. Cerca de 800 famílias já foram mapeadas pela Diretoria Social da Defesa Civil e deverão receber, temporariamente, R$ 500 por quatro meses de aluguel social.

Nos casos de risco de desabamento, as famílias devem acionar a Defesa Civil através do 199 para receber os atendimentos necessários. Após o contato da família, a Defesa Civil fará o registro da ocorrência e a equipe da Diretoria Operacional irá até a residência dessas pessoas para verificar a situação e encaminhá-las aos serviços da Assistência Social.

Em caso de ajuda, a Defesa Civil está de prontidão para atender as ocorrências. Em caso de necessidade a população deve ligar para o 199. Para receber o SMS de alerta da Defesa Civil, envie um SMS com o CEP para 40199.












secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%