10/02/2022 às 07h01min - Atualizada em 10/02/2022 às 07h01min

EDUCAÇÃO IMPLEMENTA NOVO ENSINO MÉDIO APÓS INVESTIMENTO NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES E GESTORES ESCOLARES

Uma das grandes novidades para o ano letivo de 2022 é a implantação do currículo do Novo Ensino Médio, que proporcionará atividades pedagógicas mais práticas, inclusivas e diversificadas, para promover um desenvolvimento integral dos estudantes enquanto cidadãos. A partir desse ano letivo, serão instituídos de forma gradativa, itinerários formativos em conjunto com a formação geral básica já existente, ou seja, dentro da mesma carga horária e mantendo as disciplinas de formação básica, serão inseridas disciplinas eletivas e o Projeto de Vida, que será trabalhado para desenvolver o autoconhecimento e potencial de cada aluno. Em Alagoas, esse ano, abrangerá apenas as turmas da 1ª série - até 2024, as três séries do médio estarão no novo formato.

Desde 2019, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) de Alagoas tem preparado a rede pública estadual para a implementação da nova grade, com a promoção de diálogos sobre as Propostas de Flexibilização Curricular de cada escola, e investimento na formação continuada de professores, gestores escolares, articuladores de ensino e Gerências Regionais (Geres). Essa política de formação docente continuada acontece de forma estruturada e deve permanecer contemplando as temáticas do Novo Ensino Médio durante o ano letivo, sendo uma etapa fundamental de implementação da nova arquitetura curricular. 

As formações promovidas pela Seduc têm a finalidade de auxiliar os docentes na implementação das mudanças na rotina escolar. Dessa forma, proporcionando ferramentas para a execução de novos arranjos curriculares, incluindo orientações para o planejamento de aulas, que passa a ser alinhado ao desenvolvimento do Projeto de Vida dos estudantes. Temática que já é trabalhada no Programa Professor Mentor e nas escolas do Programa Alagoano de Ensino Integral, o pALei. Logo, toda a etapa de formação continuada foi pensada para que os educadores compreendam a necessidade de trabalhar o Projeto de Vida dentro da escola, como componente curricular potencializador das estratégias de ensino. 

À frente da pasta, o secretário Rafael Brito explica que o novo ensino médio oferecerá uma formação mais completa aos alunos da rede pública estadual. “O novo ensino médio, aliado a programas como o Professor Mentor, por exemplo, irão trabalhar não só as disciplinas da base comum, mas também o projeto de vida desses estudantes. Essa série de atividades extras que enriquecerão o aprendizado e permitirão o desenvolvimento mais amplo do jovem. Nós já vínhamos nos preparando para a implantação desta proposta bem antes de 2022: o projeto de vida é uma temática já trabalhada no Programa Professor Mentor e também pelos Docentes Orientadores de Turmas [DOTs] do Programa Alagoano de Ensino Integral, o pALei. Alagoas vive um novo momento na educação. Com o empenho do governador Renan Filho, tiramos do papel uma série de projetos que estão transformando a vida de milhares de estudantes”, conta o secretário de Estado da Educação, Rafael Brito.

Outras Formações 

Além do suporte fornecido pela Seduc, as formações também acontecem em outros espaços, como a Plataforma AVAMEC, Escolas Conectadas e Nosso Ensino Médio, que ofertam cursos sobre os Itinerários Formativos, Áreas do Conhecimento, Mundo do Trabalho, e Projeto de Vida. Todo esse material já está disponível no site Escola Web: https://www.escolaweb.educacao.al.gov.br/pagina/profissao-professor e pode ser acessado pelos professores que desejam agregar suas formações. 

No âmbito do “Programa Professor Mentor, meu Projeto de Vida”, os professores mentores têm um Plano de Formação com foco em práticas pedagógicas inovadoras alinhadas às necessidades dos estudantes. Essa formação é realizada em parceria com a Fundação Telefônica Vivo, que também oferece duas outras formações específicas para os professores que lecionam as disciplinas eletivas de Robótica Sustentável e Pensamento Computacional, que nesse caso serão direcionadas aos educadores pela unidade de ensino, de acordo com a área de atuação.





















alagoas.al.gov.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »