06/02/2022 às 09h13min - Atualizada em 06/02/2022 às 09h13min

Balanço Gigante: Saiba como chegar ao Mirante da Santa Amélia de transporte público

Com vista da Lagoa e do espaço criativo, local é uma opção de lazer requalificado pela Prefeitura

Os maceioenses interessados em conhecer de perto um dos espaços criativos do projeto “Maceió é Massa” - o balanço gigante do Mirante da Santa Amélia - podem chegar ao local utilizando ônibus que operam no Sistema Integrado de Mobilidade. Para facilitar o deslocamento de quem deseja desfrutar da bela paisagem, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) orienta sobre as linhas que possibilitam chegar à região.

Para chegar ao local, os usuários devem embarcar nos coletivos que operam nas linhas 068 – Colina/Centro (via Santa Amélia), 108 – Clima Bom/Trapiche (via Santa Amélia), 711 – Ufal/Ponta Verde (via Santa Amélia), 715A – Rio Novo/Ponta Verde (via Santa Amélia), 715B – Rosanne Collor/Ponta Verde (via Santa Amélia) ou 798 – Fernão Velho/Ponta Verde (Corujão).
É preciso ficar atento na hora de solicitar a parada. O cidadão precisará desembarcar em um dos pontos próximos ao Posto Santa Amélia e ao Lagoa Manguaba Condomínio Clube, situados às margens da Avenida Jorge Montenegro de Barros, e caminhar pela Rua A até avistar o Mirante. Cerca de 400 metros separam o ponto de ônibus e o local em que está instalado o balanço.

 

Caso o maceioense resida em uma região que não é atendida pelos coletivos mencionados, a opção é fazer uso das integrações temporais. Para isso, é preciso ter em mãos qualquer modalidade do cartão Vamu e se atentar aos sentidos das viagens e ao prazo de 90 minutos, que é contado a partir do momento em que o cidadão utiliza seu bilhete eletrônico no primeiro veículo.

“Todo cidadão possui o direito à cidade e ao lazer, daí a importância de que as pessoas possam chegar a qualquer ponto embarcando nos coletivos urbanos do transporte público. O Mirante já é um dos mais populares e disputados pontos para quem quer mostrar as belezas de nossa capital nas redes sociais, e nosso dever é também possibilitar o deslocamento de quem não possui um veículo particular”, destacou a diretora do SIMM, Paula Isanelle.








secommaceio

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »