31/01/2022 às 08h16min - Atualizada em 31/01/2022 às 08h16min

Unidade de Vigilância de Zoonoses dedica cuidados a animais resgatados

Animais vítimas de maus tratos ou abandono passam por atendimento clínico para que estejam aptos à adoção

Com a finalidade de garantir a promoção e o bem-estar dos animais e maceioenses, a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), localizada no bairro Cidade Universitária, realiza diversas ações para o controle de zoonoses - doenças transmitidas de animais para os humanos. O resgate de animais vítimas de maus tratos é um dos serviços proporcionados pela unidade.
De acordo com o coordenador da UVZ, Marcos Vasconcelos, todos os dias a unidade recebe algum animal abandonado. “A UVZ dispõe de serviços para o controle de zoonoses. Porém, devido à grande demanda que existe em Maceió, nós abrimos as portas para outras atividades, a exemplo do recolhimento de animais abandonados. Diariamente, nós recebemos estes animais e os acolhemos aqui na unidade. Infelizmente, muitos chegam com sinais de maus tratos. No entanto, depois que esses animais dão entrada na UVZ, eles recebem todos os cuidados necessários para ter o seu bem-estar garantido”, afirma.
Ao chegar à unidade, os animais passam por atendimento clínico com um médico veterinário e, caso seja necessário, recebem medicação. Além disso, os profissionais também aplicam vacinação antirrábica e fazem testes de leishmaniose e esporotricose, que é uma micose causada por fungo. Após serem clinicamente tratados, os animais são destinados à adoção.
Os animais de grande porte, como jumentos, burros e cavalos que chegam à UVZ, após serem resgatados de vias públicas, por sofrerem maus tratos ou serem provenientes de criações irregulares, recebem avaliação dos profissionais zootecnista e do médico veterinário. Caso esse tipo de animal dê entrada pela terceira vez na unidade, o proprietário perde a posse do bicho, que é enviado à adoção no interior do estado.
 gerente de Ações de Controle da Raiva, Wellington Diniz, reforça que o resgate de animais também pode acontecer caso o animal apresente alguma zoonose ou agressividade. “Outro modo de entrada aqui na unidade refere-se ao resgate de animais que podem oferecer qualquer tipo de zoonose, ou animais que, em alguma fase da vida, passaram a se tornar agressivos, impedindo a convivência com seu tutor. Nós temos a função de oferecer a segurança e a saúde da população, então animais nessa situação também são recolhidos mediante denúncias”, esclarece.

Feira de adoção

Iniciada no dia 10 de outubro de 2021 pela Unidade de Vigilância de Zoonoses, o projeto “Adote um Amigo" é destinado a pessoas que gostem de animais e desejem adotar um dos cães ou gatos abrigados na unidade. A campanha é realizada todos os domingos na Rua Aberta, situada na Ponta Verde, no horário das 8h às 17h.

No último dia 8 de janeiro, foi realizada a primeira edição da Feira de Adoção de 2022, no Shopping Pátio Maceió, onde foram destinados à adoção 16 animais, entre cães e gatos. A próxima feira acontecerá no dia 6 de fevereiro, na Rua Aberta.
 

Para adotar o animal, o interessado deve assinar um termo de responsabilidade em que assuma o compromisso de tratar o bicho adequadamente. Além disso, é necessário ser maior de 18 anos, apresentar um documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Gabinete da Causa Animal

A Prefeitura de Maceió já vem realizando diversas ações que beneficiam os pets, como a feira de adoção, o castramóvel, veículo utilizado para a castração de cães e gatos, e o acolhimento de animais abandonados. Agora, a capital irá institucionalizar políticas públicas para o segmento. No último dia 10 de janeiro, o prefeito de Maceió, JHC, anunciou a criação do Gabinete da Causa Animal. Com isso, a cidade passa a ter, pela primeira vez, uma pasta voltada somente para o bem-estar, proteção e defesa dos animais.

“É muito importante termos políticas públicas voltadas para a causa animal. É inadmissível fechar os olhos para essa situação. A relação de reciprocidade e afeto entre humanos e animais é algo que se perpetua ao longo dos anos. Hoje, os animais são como filhos e todos merecem atenção e cuidado, sendo ou não de raça, sendo ou não domiciliados. Até porque um animal errante traz riscos de doenças para as pessoas, então, é preciso cuidar deles também. E o Gabinete está empenhado no desenvolvimento de ações que tragam melhorias para o município nesse âmbito”, enfatiza a coordenadora da Causa Animal, Marcella Soares.

Telefone e Whatsapp

A Unidade de Vigilância de Zoonoses está disponível à população para receber denúncias, caso sejam encontradas situações de maus tratos, abandono, captura de animais errantes ou pocilgas irregulares em Maceió. Para tanto, os usuários podem entrar em contato com a UVZ pelo telefone (82) 3312-5485 ou pelo WhatsApp (82) 98882-8240. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

Aos sábados, domingos e feriados, o horário de funcionamento é das 8h às 14h. Já o plantão volante acontece, também, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 18h às 22h, apenas pelo telefone fixo.










secommaceio

 
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%