13/01/2022 às 10h04min - Atualizada em 13/01/2022 às 10h04min

Famílias em extrema pobreza recebem cestas básicas

Entrega dos alimentos garante segurança alimentar para maceioenses em vulnerabilidade social

A secretaria de Assistência Social de Maceió continua nesta quarta-feira (12) com a distribuição das 21.670 cestas básicas para as famílias maceioenses que se encontram em situação de extrema pobreza. A entrega do benefício está sendo realizada na Escola Municipal Professor Antídio Vieira, no bairro Trapiche da Barra.

Uma das beneficiárias é a dona de casa, Luanna July Alves de Oliveira, 26 anos. Ela mora com os três filhos, entre eles, um bebê de sete meses, no Vergel do Lago. Luanna sempre trabalhou como faxineira, mas está desempregada e sozinha, teve que cuidar do filho mais novo. Toda a família vive com uma renda de apensa R$ 400,00, fruto do Auxílio Brasil. “É uma ação muito boa porque vem na hora que a gente mais precisa. Tenho três crianças, então é uma ajuda boa que está acontecendo para as pessoas, as famílias que mais precisam”, diz.
Desempregada, a dona de casa Raquel Santos Costa, 31 anos, também recebeu a cesta básica. Ela vive com o marido e os quatro filhos numa casa perto do Papódromo, no Vergel. Ela trabalhou como atendente de lanchonete, mas nunca teve a Carteira de Trabalho Assinada. “É importante, nesse momento complicado de vida, receber a cesta, que veio na hora certa mesmo, vai ajudar bastante”, conta.
O servente de pedreiro desempregado, Paulo Oliveira, 59 anos, agradeceu a Deus pela entrega dos alimentos. Ele mora na beira da lagoa com o filho de 18 anos e para sobreviver, cata e despinica sururu. “Dou graças a Deus. A cesta básica chegou em boa hora porque nós estamos precisando. Estou parado, faz anos, catando, despinicando sururu para sobreviver. O alimento chegou na hora certa”, agradece.
O secretário de Assistência Social de Maceió, Carlos Jorge, acompanhou a distribuição dos alimentos para as famílias em vulnerabilidade social. “A logística e a operação de entrega dos alimentos estão dando certo. As famílias sendo bem atendidas, de forma ágil, num processo transparente. Chegam aqui, apresentam o documento com foto e saem com a cesta básica na mão”, explica.
A distribuição das cestas básicas na Escola Municipal Professor Antídio Vieira permanece até esta quinta-feira (13), das 9h às 15h, para as famílias que informaram o endereço no CadÚnico referente aos bairros Vergel do Lago, Trapiche da Barra, Prado, Pontal da Barra, Centro, Levada, Ponta Grossa, Jaraguá, Poço, Jatiúca, Ponta da Terra, Pajuçara, Ponta verde e Mangabeiras. É preciso ficar atento ao cronograma de entrega e prestar atenção ao local de moradia para evitar filas e aglomeração por conta da pandemia e da gripe H3N2.

 

Requisitos

A próxima entrega de cestas básicas será nos dias 17 e 18 de janeiro, no Ginásio Poliesportivo do Lar São Domingos, em Mangabeiras. As famílias que moram nos bairros Serraria, Barro Duro, São Jorge, Jacintinho, Feitosa, Antares, Cruz das Almas, Jacarecica, Guaxuma, Riacho Doce, Pescaria, Garça Torta e Ipioca e que estão inscritas no CadÚnico, desde agosto de 2021, com renda por pessoa na família de até R$ 89,00, o que caracteriza a situação de extrema pobreza, têm direito ao benefício. O representante familiar deve apresentar um documento de identidade com foto para receber a cesta básica.
 

Todas as recomendações sanitárias previstas no Decreto Municipal, tais como manter o distanciamento social, uso correto da máscara e higienização das mãos com álcool a 70% devem ser seguidas pelos usuários que forem receber as cestas básicas.

A entrega dos alimentos é financiada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep) e deve garantir alimentação às famílias em situação de vulnerabilidade social ainda nesse período de pandemia.

 






secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.2%
8.7%
59.9%
0.9%