06/12/2021 às 08h12min - Atualizada em 06/12/2021 às 08h12min

Prefeitura de Maceió intensificará operação de combate a esgotos clandestinos na orla marítima

 

Pensando em acabar com as línguas sujas da orla de Maceió, a Prefeitura criou um grupo de trabalho para tratar da questão das línguas sujas na capital. O grupo conta com a participação direta de oito secretarias, da BRK e tem coordenação do secretário executivo, Claydson Moura.

Em reunião, realizada na última quinta-feira (2), foi assumido um compromisso de cooperação pela BRK, que terá início ainda em dezembro, para a recuperação total das 11 estações elevatórias, que foram subdimensionadas por anos com bombas erradas, painéis queimados e sem nenhuma logística de infraestrutrura.

A partir desta segunda-feira (6), o Município contará com uma força tarefa, ainda mais intensa, para combater as ligações irregulares de esgoto, que dão origem às línguas sujas.

“Pela primeira vez, o Município está olhando para essa questão, que assola nossa cidade há tantos anos. Estamos desenvolvendo medidas que, a longo prazo, vão deixar nossa orla marítima do jeito que queremos e merecemos”, declarou Claydson Mourinha, secretário executivo da Prefeitura.

A Prefeitura reforça, ainda, que a maior parte da água escura vista é fruto do lixo jogado, da água da chuva e de ligações clandestinas de esgoto, por isso, é fundamental também ter a população como aliada no combate à poluição.

Os estudos já foram finalizados e a BRK se comprometeu a iniciar os trabalhos. As instituições estarão juntas em uma grande força tarefa. A operação será coordenada pelo secretário executivo e pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) e de Infraestrutura (Seminfra); além da participação das pastas do Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) e Desenvolvimento Territorial (Sedet).







secommaceio


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.2%
5.0%
1.3%
8.8%
59.7%
0.9%