10/10/2021 às 10h43min - Atualizada em 10/10/2021 às 10h43min

Primeiro crematório de Alagoas começa a operar na próxima semana

 

s cemitérios do Grupo Parque das Flores, que está em Maceió há 50 anos e é líder privado no mercado do luto, passam a funcionar com o serviço de crematório a partir da próxima quinta-feira (14).

 

O serviço levou seis anos para ser implantado, segundo o setor de marketing da empresa e vai começar com capacidade para cremar cinco corpos por dia. O crematório fica localizado no Memorial Parque, no bairro Benedito Bentes, e custará em média entre R$ 4 mil e R$ 6,8 mil, dependendo dos serviços contratados pelos clientes.

 

É um processo novo no ciclo do luto para os alagoanos, que antes recorriam ao serviço em estados vizinhos. A unidade é composta de três capelas, área para cerimonial e entrega das cinzas. Se o serviço for contratado no Campo Santo Parque das Flores, no Tabuleiro, os preços são mais altos, assim como nos processos tradicionais de sepultamento.

 

Na cremação, os custos cobrem a urna, ornamentação e velório. Os familiares deixam o local com os restos mortais do parente falecido após uma hora de cremação, em média, dependendo do volume do corpo. É importante considerar que existem por fora as despesas com o serviço funerário, caixão e o translado até o local onde está o forno.

 

Este tipo de funeral é adotado desde a Pré-História. Em algumas religiões a cremação é restrita, aceita entre cristãos, budistas e espíritas; já os judeus e os muçulmanos a proíbem. Se em alguns países do hemisfério norte o número de cremações chega a superar o de enterros, no Brasil apenas cerca de 5% dos óbitos são cremados. Os custos e a cultura influenciam sobre a demanda.







jonalextra


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

23.7%
5.1%
1.3%
8.9%
60.1%
0.9%