20/08/2021 às 14h46min - Atualizada em 20/08/2021 às 14h46min

Construção de Escola Técnica Agrícola no Alto Sertão fortalece economia e gera mais oportunidades para agricultor

Indicação do deputado Ronaldo Medeiros ao Gorverno de Alagoas pode beneficiar quase 160 mil moradores da região

Visando a geração de mais empregos e oportunidades de renda para os agricultores familiares do Alto Sertão, o deputado estadual Ronaldo Medeiros (MDB) protocolou, nesta terça-feira (17), uma indicação ao Governo de Alagoas para que seja construída uma Escola Técnica Agrícola para a região. 


Composta por sete municípios - Delmiro Gouveia, Água Branca, Piranhas, Inhapi, Canapi, Mata Grande e Olho D’Água do Casado -, a localidade possui quase 13 mil pessoas trabalhando com agricultura familiar, com capacidade para abastecer o comércio local. A grande dificuldade é a falta de assistência técnica para a área. 


Silvano Pereira, de Água Branca, vive no campo desde criança. Hoje, com 40 anos, produz milho, feijão, mandioca, mel e tudo o que a terra pode dar, até a criação de animais como gado e ovelhas. A comercialização desses produtos é a única fonte de renda da sua família. 


“Isso seria muito importante pra gente, tem muita juventude que precisa dessa orientação e de condições para se manter na agricultura. Se a gente tivesse essa escola, poderia aprender sobre conservação de solo e como melhorar a produção”, expõe Silvano.


Sendo construída, a escola atenderá, principalmente, esta região alagoana, beneficiando quase 160 mil habitantes, mas também todo o seu entorno. A sugestão é que a instituição de ensino seja em Delmiro Gouveia, já que o município possui melhores condições territoriais e climáticas para as aulas práticas necessárias aos futuros alunos. 


Autor da proposta, Medeiros defende ainda que esta é uma forma de fortalecer a vocação da região, alavancando economicamente os pequenos produtores. Com a capacitação correta, eles podem se desenvolver e não só produzir mais, como também entregar melhores produtos para o mercado. 


“O conhecimento desses agricultores é passado geração após geração nas famílias e isso tem um legado importantíssimo. Nós queremos que os mais novos tenham a oportunidade de aprender para produzir mais e melhor, dando mais condições e criando oportunidade para a comercialização. É como diz o ditado, queremos não dar o peixe, mas ensiná-los a pescar”, explica o deputado Ronaldo Medeiros.



_Assessoria Ronaldo Medeiros_


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »