30/04/2021 às 12h59min - Atualizada em 30/04/2021 às 12h59min

Falta de transparência no SAAE de Marechal Deodoro fará prefeito responder por improbidade administrativa, diz site

Portal da autarquia não é atualizado há dois anos

Thiago Gondim é o mesmo servidor comissionado da prefeitura que foi preso em flagrante delito no Francês em 2019
O prefeito de Marechal Deodoro, Cacau (MDB), poderá ser responsabilizado judicialmente pela falta de transparência no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município. Desde 2019 que o portal da transparência da autarquia não é atualizado. A prática pode ser considerada improbidade administrativa e possível alvo de investigação do Ministério Público Estadual (MP).


Em consulta ao portal da transparência, é possível constatar que existem diversas categorias como contratos, licitações, fornecedores, servidores, empenhos, receitas, pagamentos e publicações. No entanto, nenhuma delas está atualizada.


Na área de licitações, por exemplo, existe apenas quatro itens, todos com “exemplo de descrição de licitação” e o preço, mas nenhum deles com o detalhamento de cada serviço licitado. O código “L082019”, é o único para todas as opções.


Já para todas as outras categorias não há nenhuma informação ao clicar nas abas disponíveis para consulta. A reportagem tentou contato com o secretário Thiago Gondim, responsável pelo SAAE, segundo informação disponibilizada no site da prefeitura de Marechal Deodoro, mas as ligações telefônicas não foram atendidas.


De acordo com informações também disponibilizadas no portal da transparência, o SAAE tem a função de captar, tratar, operar e distribuir água tratada em toda a área urbana, sendo também responsável pela coleta do esgoto gerado.


A autarquia possui mais de 14000 ligações ativas, distribuída entre residências, comércios, indústrias e prédio público. A água é captada do Rio da Estiva, Nascentes da Bica da Pedra e Volta D'água, além de vários poços artesianos localizados no Povoado de Malhadas e no Tabuleiro do Polo.


Com operação de 70 litros por segundo e reservada em 6 pontos do município, a rede de distribuição atualmente atinge cerca de 100 mil metros de tubulações.


Diante dos dados apresentados, não existe comprovação da movimentação financeira da autarquia, o que desperta a possibilidade de uma investigação por parte dos órgãos de fiscalização.









VALE RECORDAR


O atual diretor-presidente do SAAE é o mesmo servidor que foi preso em flagrante delito no Francês em 2019 pela Polícia Militar, na ocasião ele que tentou se utilizar do cargo de superintendente de transporte para intimidar a guarnição da PM/AL, foi preso, entretanto, nenhum procedimento administrativo foi instaurado pela prefeitura na oportunidade, muito pelo contrário - Thiago Gondim - poucos meses depois recebeu uma espécie de promoção por parte do prefeito Cacau Filho, sendo indicado para assumir o SAAE.



Fonte: 7 segundos com Repórter Mirim

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.0%
5.1%
1.3%
9.0%
59.9%
0.6%