08/04/2021 às 14h05min - Atualizada em 08/04/2021 às 14h05min

Vereadores de Flexeiras encontram ambulância abandonada há quase 2 anos

Após a sessão desta quarta-feira, 07, os vereadores por Flexeiras, Bruno Fragoso (PTB), e Adriano do Gata Maga (PTB), realizaram uma visita em uma oficina da cidade, a qual receberam informações sobre a existência de uma ambulância que veio através do governo estadual, e estava parada há quase dois anos sem conserto. Ao chegar no local os vereadores constaram o fato, e fizeram um vídeo em frente a viatura, mostrando o total descaso da Prefeitura, com a população de Flexeiras, que neste momento de pandemia precisa de todos os equipamentos e recursos para o enfrentamento da Covid-19.

 

No vídeo eles mostraram a única ambulância de suporte mais avançado no município, sucateada no bairro do Iraque, e ainda foram surpreendidos com um certo descontentamento por parte dos donos da oficina. Dá para ver no vídeo, uma mulher que aparenta ser a responsável pelo estabelecimento, dizer que os parlamentares eram "ridículos" ao tentar mostrar a ambulância quebrada. Em outro momento a mesma mulher diz que eles não poderiam fazer aquilo, e ainda fez ameaça aos vereadores, dizendo que iria "processa-los" por fazer o vídeo da ambulância, que estava em vias públicas.

 

O município possui quatro ambulâncias, contando com essa que está quebrada há quase dois anos, e a única que possui um suporte maior para o atendimento da população. Outras três ambulâncias são menores, e não tem todos os aparatos que a viatura parada oferece.

 

Preocupados com a saúde dos munícipes, os vereadores disseram a nossa redação, que irão encaminhar um ofício para a prefeitura municipal de Flexeiras, solicitando esclarecimentos do porque a ambulância está parada por tanto tempo, prejudicando a população que faz o uso deste equipamento tão importante, principalmente neste momento de pandemia.

 

Em 2018 o governo do Estado investiu na ordem de R$ 24,3 milhões, na área da saúde, e adquiriu 147 novas ambulâncias para o Serviço de Transporte Sanitário. Das 147 ambulâncias, 17 delas foram entregues às unidades estaduais de saúde da capital e do interior, e o restante, distribuídas para os 102 municípios, incluindo Flexeiras.

 

Os veículos possuem equipamentos de última geração. Além da estrutura de alto padrão, eles contam, inclusive, com rastreador via satélite, contribuído para uma transformação do serviço de transporte sanitário em Alagoas. As ambulâncias contam com aspirador, nebulizador, torpedos de oxigênio, maca articulada, suporte de soro, estetoscópio, colar cervical, tensiômetros adulto, infantil e desfibrilador automático externo. Esse equipamento é fundamental para iniciar as manobras do Suporte Básico de Vida (BLS) em situações de parada cardiorrespiratória.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.0%
5.1%
1.3%
9.0%
59.9%
0.6%