19/02/2021 às 19h51min - Atualizada em 19/02/2021 às 19h51min

Criança desliga energia, e cidade do ES perde 133 doses de CoronaVac

Por Redação com UOL
Contador de energia - Foto: Reprodução
Uma brincadeira acabou deixando pessoas sem 133 doses da vacina contra a covid-19 em Rio Bananal (ES), a cerca de 180 km de Vitória.

Na manhã de hoje, a Polícia descobriu que uma criança de 9 anos de idade teria desligado a energia do local. Outras vacinas também existiam no local — um total de 2.818 doses perdidas, que resultou em um prejuízo de R$ 45 mil.

A Polícia Civil teve acesso a imagens de câmeras de segurança na região da Unidade de Saúde e conseguiu identificar o autor do desligamento. Ontem de manhã, a servente que trabalha no local ligou para a responsável informando que o prédio não tinha energia. Quando verificaram a geladeira, estava apitando.

Imediatamente os funcionários foram até o relógio do lado de fora para verificar o que tinha acontecido e encontraram o disjuntor desligado. Além disso, existia o nome "corona" rabiscado na estrutura elétrica, o que deu a entender que teriam sido vândalos com alguma forma de protesto.

A Prefeitura de Rio Banana levou o caso até a polícia, que começou uma investigação. O delegado responsável pela investigação, Fabrício Lucindo, abriu um inquérito para apurar o caso. Em um vídeo divulgado pelo titular da delegacia da cidade, ele explica que várias pessoas foram ouvidas, permitindo assim delimitar até mesmo o horário de desligamento do relógio.

"A gente percebeu, olhando as imagens das câmeras, que o garoto de 9 anos subiu em cima de uma banco de praça que tem abaixo do relógio. Ele estava olhando para uma luz vermelha que piscava e aí desligou. Depois disso desceu e foi embora brincar", contou o delegado.

Sobre o inscrição existente no relógio, Lucindo ainda explicou que foi feito pela irmã do menino de 9 anos. "A gente também conseguiu identificar quem realizou o rabisco com a palavra 'corona' no equipamento. Foi a irmã do menino há duas semanas atrás. Brincadeira inocente", explicou Fabrício.

Em nota, a Polícia Civil explicou que o inquérito será concluído e remetido ao Ministério Público, com cópia para o Conselho Tutelar do Município, que adotarão as providências cabíveis.

A coordenadora de imunização do município, Márcia Venturim, disse que na geladeira existiam vacinas também da febre amarela, tríplice viral, tétano, meningite entre outras. Para ela, ainda foi uma surpresa ao saber que foi uma criança que desligou a luz.

"Foram muitas doses perdidas além da CoronaVac. Pra gente foi uma surpresa ao ver a imagem e notar que foi uma criança. Nós já adotamos várias medidas para aumentar a segurança do local. Inclusive haverá um segurança durante a noite para vigiar o local", explicou Márcia.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%