18/02/2021 às 15h04min - Atualizada em 18/02/2021 às 15h04min

Ministro do STF autoriza retorno de senador encontrado com dinheiro na cueca

Por Redação/Já é Notícia
Senador Chico Rodrigues foi flagrado com dinheiro na cueca - Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Foi autorizada, ontem, quarta-feira, 17, a retomada das atividades parlamentares do senador Chico Rodrigues (DEM RR). Ele havia se afastado do cargo após ser flagrado com R$ 30 mil dentro da cueca. A autorização do retorno de Chico Rodrigues foi dada pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso.

Chico Rodrigues é investigado por um esquema de fraude e dispensa indevida de licitações, peculato, organização criminosa e desvio de recursos federais que seriam para o combate ao Covid-19.

O parlamentar se afastou do cargo em outubro, quando seu filho, e suplente, assumiu a vaga.

Segundo ele, os R$ 30 mil encontrados em sua cueca eram para pagar funcionários. Ele nega todas as acusações. "Volto a dizer, ao longo dos meus 30 anos de vida pública, tenho dedicado minha vida ao povo de Roraima e do Brasil, e seguirei firme rumo ao desenvolvimento da minha nação".

Ao analisar a situação do senador, o ministro Luís Roberto Barroso decidiu não prorrogar o afastamento. Mas ele não poderá retomar sua vaga na comissão que discute destinação de valores para combate à pandemia da Covid-19.

​Segundo Barroso, a Procuradoria-Geral da República ainda não ofereceu denúncia contra o senador ao Supremo e as apurações ainda estão em andamento. "Tendo em vista não haver requerimento da PF ou da PGR, nem tendo havido, tampouco, o oferecimento de denúncia, não me parece ser o caso de prorrogar a determinação de afastamento do cargo", escreveu.

"Destaco que subsiste, ademais, a cautelar já anteriormente imposta no que diz respeito à proibição de contato – pessoal, telefônico, telemático ou de qualquer outra natureza – com os demais investigados e testemunhas", determinou o Ministro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%