06/02/2021 às 09h20min - Atualizada em 06/02/2021 às 09h20min

Justiça decreta prisão preventiva de filho que contratou assassinos do pai em Joaquim Gomes

Por Redação/Já é Notícia
Filho mata pai - Foto: Cortesia
A Justiça decretou a prisão preventiva de Leandro Bonifácio da Silva e José Ângelo da Silva, que foram presos suspeitos da morte do empresário José Nildo Bonifácio, ocorrido no município de Joaquim Gomes, após um assalto armado por Leandro, filho da vítima. A decisão é do juiz Eric Baracho.

Nela, o magistrado alega que há indícios suficientes de autoria e materialidade do delito, conforme depoimentos colhidos pelas autoridades policiais.

Agora, com os investigados presos, aguarda-se a conclusão do inquérito policial para que os autos sejam, posteriormente, encaminhados ao Ministério Público de Alagoas (MPAL), que vai decidir se eles serão denunciados ou não pelo crime.

A morte do empresário chocou a população de Joaquim Gomes. Ele foi morto com três tiros na cabeça após ser abordado por criminosos no momento em que estava a caminho da cidade. Os bandidos, que utilizavam um carro locado por Leandro – filho da vítima – haviam sido contratados para dar um “susto” em José Nildo, mas acabaram atirando nele após um movimento brusco feito pela vítima com o objetivo de pegar uma muleta dentro do veículo.

A prisão de Leandro aconteceu durante o velório do pai e foi filmada. Nas imagens, é possível ver que a família ficou estarrecida com a notícia de que ele teria envolvimento com o caso [veja nas imagens abaixo].

A polícia faz buscas para tentar localizar os demais participantes do crime. Um deles, inclusive, é um indígena da tribo Wassu Cocal.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.1%
5.1%
1.3%
9.0%
59.8%
0.6%