30/01/2021 às 09h58min - Atualizada em 30/01/2021 às 09h58min

SANTOS CRUZ CRITICA BOLSONARO: 'POPULISMO BARATO NÃO VAI FURAR BLOQUEIO DAS FORÇAS ARMADAS'

- Mirim com época/globo

O governo Bolsonaro vai péssimo na pandemia, o presidente se vale de um "populismo barato" para tentar arrastar as Forças Armadas à arena política e os bolsonaristas estão destruindo a direita.

São as opiniões do general Alberto Santos Cruz, que no primeiro semestre do governo despachava no Palácio do Planalto, à frente da Secretaria de Governo, ministério da articulação política.  

Leia: Eletrobras veiculou publicidade em sites com fake news e jogos ilegais, aponta CGU

Em entrevista à coluna, Santos Cruz cobrou responsabilidade de Jair Bolsonaro — que conhece há quatro décadas — por seu "rosário de bobagens" durante a pandemia, que já matou 222 mil brasileiros.

 
 

O general de 68 anos que comandou missões de paz da ONU no Haiti e no Congo acenou com a possibilidade de voltar a ter um cargo público e criticou Carlos e Eduardo Bolsonaro.

Leia os principais trechos da entrevista.

 

Que tal a condução da pandemia pelo governo Bolsonaro?

É muito incoerente, inconsequente. Absurdamente mal administrada, desde o início. Isso aí é uma história de pesadelo, no conjunto todo: relacionamento político, comportamento institucional, comportamento pessoal. É uma lástima. E é um governo que foi eleito legitimamente.

Apesar de o presidente falar em fraude...

Mais uma falta de responsabilidade. Também tem um problema de inteligência aí. Nunca vi uma pessoa contestar uma eleição que ela mesmo ganhou. Se você acha que tem fraude, tem que apresentar as provas. Ou então responda na Justiça por que você está colocando em descrédito um processo institucional. Isso leva insegurança à população, e leva os radicais até à violência. Você não pode ser tão irresponsável sem ter cobrança nenhuma.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »