19/08/2017 às 15h01min - Atualizada em 19/08/2017 às 15h01min

CONSTRUTORA SE DEFENDE - REVELANDO DE QUEM É A RESPONSABILIDADE

FALTA DE MANUTENÇÃO – NÃO EXISTE MANUTENÇÃO NESSE ESGOTO DO FRANCÊS – ESSA OPERAÇÃO DO ESGOTO REQUER MUITA RESPONSABILIDADE –

- By Redação
Buraco - ocasionou danos irreparáveis
O grupo jornalístico -  através do portal repórter mirim - conseguiu com exclusividade entrevistar o engenheiro responsável pela obra no Francês- Marechal Deodoro, esclarecendo os fatos, com ética e responsabilidade – em busca da verdade que vitimou fatalmente o jovem Lucas Alves de Carvalho – e - descobriu que a irresponsabilidade do Poder Público, ultrapassa as barreiras do caso Lucas, podendo inclusive gerar vários problemas para os moradores daquela localidade. O engenheiro Flávio Cerqueira da TELESIL ENGENHARIA, revelou com detalhes técnicos, tudo o que tá acontecendo no sistema de esgotamento do Francês, e nos deixou temerosos – supostamente - pela falta de responsabilidade dos que deveriam zelar pelo bom funcionamento do sistema.

Vejamos o que nos revelou - o engenheiro Flávio Cerqueira da TELESIL:

 
Essa obra foi entregue, e nós fizemos na época da obra um treinamento de operação do sistema, convocamos o pessoal do SAAE na época – fizemos através do governo do estado em parceria com a TELESIL o treinamento operacional da estação e do sistema, e foram feitos todos os testes do esgoto, inclusive, coleta do esgoto, já tratado, passando para o SAAE, informamos direitinho, a partir daí a responsabilidade da operação do sistema passou a ser do SAAE, há dois anos atrás.

Veja só há um mês atrás, exatamente, eles nos procuraram informando que tinha um problema no PV, quando nós chegamos lá, já estava tudo quebrado, já tinha havido uma intervenção por parte do SAAE naquele PV, aí disseram, a gente veio aqui, tentou consertar um vazamento que tinha sido provocado pelo PV que arriou, eu achei muito estranho o PV arriar sozinho, porque ali era asfalto, era um PV em uma caixa com recobrimento de asfalto, então, não tinha como a água da chuva, a simples água da chuva, penetrar pelo asfalto e  carrear  a areia, a dificuldade seria porque é areia fina, areia da praia, então, só haveria uma possibilidade desse PV ter arriado, um vazamento de água violento, para que a areia pudesse ter sido carreada e o PV assim ter descido.

Quando nós abrimos vimos que tinha duas tubulações de água que abastecia o Francês que passava próximo ali ao PV, e essas tubulações de água estavam emendadas, o tubo, inclusive, isso exigiu da gente o maior cuidado para que ele não se rompesse, e isso o SAAE não nos passou nada – e nem informou que tinha havido um vazamento – nem coisa nenhuma – assim, é como o PV tivesse arriado do nada. Aí nós fizemos o seguinte, dissemos eu iriamos consertar o PV, sabendo que não tínhamos responsabilidade sobre isso – mas nos comprometemos em consertar – então, consertamos o primeiro, e estamos terminando de consertar o segundo PV, e obtivemos informações do pessoal da própria rua, de que houve a uns dois meses atrás, um vazamento dessa tubulação de água e o SAAE, abriu na época a região, lá próximo ao PV e fizeram um serviço de tamponamento e fecharam, então quer dizer, não houve- repito- não houve falha nenhuma construtiva, nós só temos obrigação de reparar algum serviço, se houvesse falha construtiva, mas não houve essa falha.

A TELESIL ENGENHARIA, só tem responsabilidade por defeitos construtivos e não por falta de manutenção dos responsáveis pelo gerenciamento do sistema operacional. Por exemplo: Para ficar bem cristalino quando se compra um veículo, a manutenção do pneu é do proprietário do veículo e não da fábrica de automóveis.

O SAAE mexeu e disse que não tinha havido nada, eles mexeram e depois justificaram dizendo que o PV tinha arriado. Isso aí é um ponto do problema do esgoto – o problema do esgoto é muito maior do que o que tá aí. FALTA DE MANUTENÇÃO – NÃO EXISTE MANUTENÇÃO NESSE ESGOTO  DO FRANCÊS – ESSA OPERAÇÃO DO ESGOTO REQUER MUITA RESPONSABILIDADE – REQUER – POR EXEMPLO – se falta energia você tem uma elevatória dessa -  e se falta energia – tem que entrar o grupo gerador – os grupos geradores estão todos em manutenção, eles não foram desde de agosto passado que eles estão em manutenção, porque, as elevatórias são elevatórias enterradas. Com isso, o grupo gerador  fica em um poço enterrado com tampa e tudo mais, ventilação, só que deixaram acontecer que as ruas inundassem, as ruas invadiram e eles não tiveram a preocupação de verificar nada, então, quer dizer – os poços encheram de água, consequentemente o gerador deve ter ido também – o gerador não pode receber água, então queimaram esses geradores, sem o gerador funcionado quando falta energia, não tem para onde o esgoto ir, porque, o esgoto – a elevatória manda o esgoto de um canto pro outro – é um sequência – a elevatória da praia, ela joga todo esgoto da praia para outra rede – aí - essa rede vai e joga para um segundo  e assim, sucessivamente, se para de funcionar uma dessas elevatórias por problema de falta de energia e o gerador não entra o esgoto, fica acumulado, não tem pra onde ir – isso é questão de manutenção – a TELESIL deixou tudo funcionando – outra coisa- a gente entregou a obra ao Estado- e o Estado por sua vez entregou a prefeitura – TEM QUE HAVER MANUTENÇÃO E ISSO NÃO ESTAVA EXISTINDO, OCASIONANDO COM ISSO OS PROBLEMAS NA REDE.

O Estado deixou  em cada residência uma caixa de inspeção para ser ligada pelo morador sob a fiscalização do SAAE- nós não temos responsabilidade, por exemplo, EXISTEM TRÊS POÇOS DE VISITA QUE EU IDENTIFIQUEI COM TAMPAS QUEBRADAS – CHEIOS DE PORCARIA DENTRO – CHEIOS DE AREIA – DE LAMA – inclusive, pode ter caído água da chuva por conta das tampas quebradas sobrecarregando toda rede, qual o resultado disso: vai tá transbordando em outro lugar. O esgoto não tem capacidade pra esse volume de água não – se você tem um PV que tá com a tampa quebrada de uma rua – principalmente – onde não existe pavimentação, ou que seja em uma rua pavimentada- na realidade ele recebe toda água de chuva. ESTAMOS AJUDANDO – MAS A RESONSABILIDADE NÃO É NOSSA – ESTAMOS FAZENDO – MAS UM PV NÃO ARREIA SOZINHO.

Não estou aqui pra julgar ninguém, se houve responsabilidade de A ou B - ou de quem quer que seja, SÓ GARANTO QUE A RESPONSABILIDADE NÃO É NOSSA – MUITO MENOS DO GOVERNO DO ESTADO – O ESTADO ENTREGOU A OBRA E O SISTEMA PRONTO PARA PREFEITURA.

Em relação ao buraco a TELESIL não tinha conhecimento – até – chegar lá – pra fazer o serviço do PV na principal do Francês, só tomamos conhecimento do BURACO posteriormente, através do pessoal do SAAE, quando já estava executando o PV lá na frente próximo a fábrica de gelo. MAS, QUANDO OLHEI O BURACO PERCEBI QUE QUEM TERIA QUE FECHAR O BURACO NÃO ERA A TELESIL E SIM A PREFEITURA, NÃO SEI SE ATRAVÉS DO SAAE OU DE OUTRO ÓRGÃO MUNICIPAL – NÃO SEI – não estamos julgando ninguém, só esclarecendo que a responsabilidade não era nossa, enfatizou, Flávio Cerqueira.

 
PARA AJUDARMOS NOSSOS INTERNAUTAS – PESQUISAMOS O QUE SERIA O TAL (PV)

 
Poço de visita (também denominado bueiro, embora o termo originalmente se refira a valas de escoamento) é o termo pelo qual se designa a instalação (normalmente urbana) por onde se tem acesso às redes de serviços subterrâneos — tais como esgototelefoneenergia elétrica e acesso aos córregos e rios canalizados e cobertos, dentre outros. Um poço de visita consiste em uma tampa, que pode ser circular ou retangular e normalmente feita de ferro, outro metal ou mesmo de concreto — como algumas bocas-de-lobo e de um acesso à rede, de profundidade variável (de menos de 1m a vários metros), divididos em dois compartimentos: a "chaminé e o "balão". A "chaminé" é a parte mais estreita pela qual se tem acesso ao "balão", a parte mais ampla na qual se fazem os serviços necessários.
 
PREFEITURA DE MARECHAL DEODORO – GOVERNO CACAU FILHO
 
 
Tentamos contato com o próprio prefeito Cacau Filho, através do terminal 2500” - sem sucesso - mas, recebemos essa nota oficial, sobre o assunto.
 
 
Vejamos a nota oficial – na íntegra:
 
A Prefeitura de Marechal Deodoro vem esclarecer: 
1.      Em nenhum momento a Prefeitura se omitiu diante da situação, e buscou junto aos órgãos responsáveis, neste caso a Secretaria de Estado da Infraestrutura e a Construtora Telesil, as providências urgentes para evitar transtornos.
2.      Mesmo não sendo uma obra de responsabilidade do município a gestão buscou todos os caminhos para resolver esse problema, enviando equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e do Serviço Autônomo de Agua e Esgoto (SAAE) ao local.
3.      O jovem deu entrada na UPA, no dia 06 de agosto, devido uma crise epilética. Durante o atendimento, o paciente teve seis crises, foi atendido, medicado e logo que a situação se normalizou, foi liberado. Como sofria de epilepsia, o paciente era acompanhado pela equipe da Unidade Básica de Saúde do Francês e, no dia 08, após ser consultado pela equipe médica da Unidade, foi encaminhado para o Hospital de Doenças Tropicais com sintomas de Hepatite Medicamentosa, onde iniciou o tratamento.
4.      A Prefeitura ressalta que, desde o primeiro atendimento do paciente, a Secretaria de Saúde vem acompanhando o caso e agora aguarda o laudo que vai apontar a causa da morte do paciente. Até o momento, não foi confirmado para o município que ele tenha sido vítima da leptospirose ou alguma bactéria contraída após contato com o esgoto.
A Prefeitura lamenta a fatalidade ocorrida e se solidariza com a família nesse momento de fé e piedade cristã.
Por fim, a Prefeitura se coloca a inteira disposição para esclarecimentos e continuará na cobrança dos órgãos competentes por medidas urgentes para a realização da obra de reparo do saneamento da Praia do Francês.
Prefeitura de Marechal Deodoro 
 
 
 
 
SOBRE A TELESIL ENGENHARIA
 
TELESIL Engenharia Ltda, fundada em 1997, aproveitando na oportunidade um nicho de mercado na área de projetos e construção de redes telefônicas onde atuou até junho/99. 

No início de 1998 em função do cenário político/econômico do País, diversificou sua área de atuação iniciando a participação em licitações na área de construção civil, seguindo o planejamento estratégico da empresa. 
A Empresa é pautada na ética profissional, seguindo severos critérios de prazo e qualidade na prestação de seus serviços. Atuando no ramo da construção civil, principalmente nas áreas de infra-estrutura, expansão urbana e construção de empreendimentos residenciais e comerciais.

No setor imobiliário, a TELESIL também, é referência de qualidade e empreendedorismo, com mais de 2.000 (duas mil) unidades habitacionais entregues até dezembro 2012 e com diversos lançamentos no mercado imobiliário, com produtos residenciais, empresariais e hoteleiros.
Buscando a Excelência em seus Serviços e a satisfação de seus Clientes, a Empresa é Certificada na ISO 9001/2008 e PBQP-H, Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat, nível A. 


CONCEITO E AMBIENTE DE NEGÓCIO

Em um ambiente competitivo, o negócio da Telesil Engenharia é fornecer à sociedade, as organizações públicas e privadas, soluções de engenharia com qualidade e preços competitivos, que satisfaçam aos nossos clientes, remunerem os acionistas e contribuam para a melhoria da qualidade de vida da comunidade.

A empresa entende que a qualidade é de vital importância para assegurar o desenvolvimento e crescimento empresarial, portanto, investe em seus Projetos, Planejamento, novas tecnologias, matéria-prima de excelência e conta com profissionais altamente qualificados. 

Temos um vasto acervo técnico registrado no CREA - Conselho de Engenharia e Arquitetura, que comprovam nossas realizações e  todas as certidões negativas atualizadas.  

TELESIL busca a satisfação de seus clientes, mediante a diferenciação dos serviços oferecidos e de um atendimento personalizado. Utiliza os mais modernos métodos e técnicas disponíveis dentro de rígidos padrões de qualidade, segurança e possui profissionais qualificados e comprometidos.


Política da Qualidade

Construir com preços competitivos e aprimoramento contínuo, visando lucro e satisfação de nossos clientes.

Missão: 

Oferecer Serviços De Engenharia De Qualidade Visando Viabilidade, Lucro E Satisfação Dos Clientes.
 
Visão:

Consolidar-se no mercado imobiliário no Estado de Alagoas, possibilitando que a empresa esteja entre as líderes do mercado local.
 
Valores:

• Ética;
• Valorização e Respeito aos Clientes, Parceiros e Colaboradores;
• Responsabilidade Social;
• Compromisso com Resultados;
• Confiabilidade e Credibilidade;
• Qualidade Técnica.
 
 
PORTAL REPÓRTER MIRIM AGUARDA POSICIONAMENTO OFICIAL DA PREFEITURA
 
Estamos abertos para que a prefeitura, diante dos novos fatos, possa esclarecer os pontos dessa matéria no contato: 98725-1444(WhatsApp).
 
INTERNAUTAS
 
Aproveite e seja você também um repórter na sua rua(região), nos envie o seu problema que teremos o dever de informar a população e as autoridades competentes.
                                                     
                               

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Na sua opinião, o prefeito Cacau Filho, até o momento está sendo:

24.0%
5.1%
1.3%
9.0%
59.9%
0.6%